Santa Teresa de Lisieux

 

1873 – 1897

Dia da festa : 1º de outubro ; Padroeira das Missões

Também conhecida como : Teresa do Menino Jesus ; das Flores ; das Flores do Menino Jesus

Uma das santas mais queridas da Igreja e a filha mais preciosa de Nossa Mãe Santíssima, Santa Teresa de Lisieux e o seu amor e devoção a Nosso Senhor é a história que toca milhões de corações.

Santa Teresa de Lisieux nasceu como Marie Françoise Thérèse Martin em Alençon, na Normandia , em 2 de Janeiro de 1873 como a filha mimada de Louis Martin, um relojoeiro e joalheiro e Zélie Guérin, uma rendeira. Um pai que queria ser monge e uma mãe que queria ser santa. Os dois tinham casado , mas determinado, seriam celibatários, até um padre lhes disse que não era como Deus queria um casamento para o trabalho ! Eles devem ter seguido muito bem o conselho dele porque tiveram nove filhos, dos quais cinco filhas sobreviveram à infância precoce , quarto morreram na sua infância. Se Zélie era para ter filhos ela então determinou que eles deviam dar sua visa à religião, e todas as cinco se tornaram freiras . Pelo nascimento de Thérèse , Zélie teve câncer de mama e o médico aconselhou-a que o leite iria envenenar o bebê, por isso Teresa foi dada a uma ama de leite no país. Ela voltou para a casa dos pais Martin quando tinha quinze meses de idade. Quando Teresa tinha quatro anos e meio de idade, sua mãe morreu em agosto de 1877, deixando Teresa com quatro anos de idade aos cuidados de seu pai e as irmãs mais velhas:Marie, Pauline, Leonie, e Celine. Pauline tornou-se uma mãe de aluguel de Teresa , mas a perda traumática de sua mãe no seu nascimento afetou sua infância inteira . Teresa tornou-se tão hipersensível que ela chorava pelas pequenas coisas .
Após a morte de Zelie, Louis Martin mudou com sua família para Lisieux para ficar perto da família de sua esposa. Quando Teresa tinha oito anos, matriculou-se na Escola Abadia Beneditina como estudante e foi extremamente infeliz lá . Ela viria a descrever esses anos como “os mais tristes de sua vida “. Foi durante esses anos que também perdeu a mãe substituta quando Pauline entrou para Mosteiro Carmelita de Lisieux em 1882. Isto provou ser um enorme golpe psicológico que fez com que Teresa ficasse fisicamente doente por muito tempo .Finalmente , em 1886 ela deixou a escola e começou a ter aulas particulares . Também em 1886, mais duas irmãs saíram de casa para o convento -Leonie para os Visitandines e Marie para o Carmelo de Lisieux , onde Pauline já era uma irmã professa..



Na idade de 14 anos Teresa decidiu que queria entrar para o Convento das Carmelitas Descalças de Lisieux. Suas duas irmãs mais velhas haviam precedido naquele mesmo convento. As Carmelitas nesse convento concordaram em aceitá-la . No entanto , o primeiro obstáculo na caminhada vocacional de Teresa ficou bem claro. O eclesiástico superior que supervisionava o convento decidiu que seria melhor que ela esperasse completar 21 anos para entrar. Teresa estava determinada a entrar para o Carmelo. Depois de conferenciar com o bispo local e não chegando a lugar nenhum, ela decidiu que o assunto teria de ser trazido à atenção do Santo Padre. Teresa, juntamente com seu pai e a irmã Celene , fizeram uma viagem a Roma, que mais tarde mudaria sua vida. Durante uma audiência com o Papa ela pediu-lhe para deixá-la entrar para o Carmelo. O Papa Leão XIII respondeu , "Você entrará se Deus quiser ." Logo depois Teresa entrou para o Carmelo , depois de ter tratado de todos os obstáculos. L[a , Teresa viveu uma vida de humildade , simplicidade infantil e confiança em Deus . Pela palavra e pelo exemplo , ela compartilhou desta forma “ um pouco da infância espiritual” com as noviças de sua comunidade.

Em 9 de junho de 1895, na Solenidade da Santíssima Trindade , ofereceu-se como vítima do holocausto ao Amor Misericordioso de Deus .Neste momento , em seu vigésimo terceiro ano , sob a forma de Priora, Teresa começou a escrever sua autobiografia, a História de uma Alma. Este único livro dá a evidência de sua profunda espiritualidade. Ela descreve sua própria oração , através da qual ela nos diz muito sobre si mesma :” Comigo a oração é como um levantamento do coração a olhar para o céu, um grito de gratidão e amor preferido igualmente na tristeza e na alegria , em uma palavra , algo nobre , sobrenatural que amplia a minha alma e une a Deus ...Exceto para o Ofício Divino , que , apesar da minha indignidade é uma alegria diária , eu não tenho coragem de olhar através dos livros de orações bonitas. Eu faço como as crianças que não aprenderam a ler , eu apenas digo Nosso Senhor tudo que eu quero é te conhecer."

Na noite de quinta-feira para sexta-feira santa , em 1896, Teresa experimentou sua primeira hemoptise (cuspiu sangue devido a tuberculose). Ao longo dos 18 meses seguintes, sua saúde piorou. Nos meses que antecederam sua morte ela rezou pela graça de "passar para o meu céu fazendo o bem na terra" e prometeu que após sua morte enviaria uma “ chuva de rosas” do céu . Oferecendo seus sofrimentos pela salvação das almas , em 30 de setembro de 1897, Teresa morreu de tuberculose . Momentos antes de sua morte , ela rezou , olhando para o crucifixo "Oh, eu O amo ! Meu Deus , eu te amo!” Ela tinha 24 anos de idade . Dois anos após sua morte, sua Autobiografia (História de uma Alma ) foi publicada. Por ocasião da sua canonização em 1925 , mais de um milhão de exemplares de uma edição francesa tinham sido vendidos e traduções estão disponíveis em todos os principais idiomas do mundo.

O corpo de Teresa foi exumado no cemitério em 6 de setembro de 1910, na presença do Bispo e uma centena de pessoas. Os restos mortais foram colocados em um caixão de chumbo e transferidos para um outro túmulo. Uma segunda exumação aconteceu nos dias 9 e 10 de agosto de 1917 .Em 26 de março de 1923 , aconteceu a transferência solene do caixão do cemitério para a capela do Carmelo.

Teresa é beatificada pelo Papa Pio XI em 29 de abril de 1923. Ela é canonizada em Roma pelo Papa Pio XI em 17 de maio de 1925 ; estavam presentes 500 peregrinos.O mesmo Papa a proclamou Padroeira Universal das Missões , juntamente com São Francisco Xavier, em 14 de dezembro de 1927 . Em 17 de outubro de 1997 ela foi nomeada Doutora da Igreja pelo Papa João Paulo II .

A maioria das imagens de Teresa , pinturas e fotos dela mostram ela com um buquê de rosas, rosas nos pés ou nas mãos . E isso é um sinal de seu carinho e amor para a sua comunidade e pessoas de todo o mundo, mas principalmente porque ela achava que ia continuar a andar com as pessoas até mesmo depois de sua morte.Ela disse: “Vou enviar rosas do céu”. Ela disse ainda “ Pretendo passar a vida inteira no céu mas continuar meu bom trabalho na terra.”

Beatificação de Louis e Zélie Martin


Os Veneráveis Louis e Zélie Martin, pais de Teresa do Menino Jesus da Sagrada Face foram beatificados em Alençon no Domingo das Missões em 19 de outubro, na basílica dedicada à sua filha em Lisieux na França .

Mulheres Santas : Doutoras da Igreja: 

1. Catarina de Sena

2. Teresa de Ávila

3. Teresa de Lisieux

Oração da Manhã de Santa Teresa

Ó meu Deus ! Eu vos ofereço as minhas ações deste dia para as intenções e para a glória do Sagrado Coração de Jesus.
Eu desejo para santificar cada batida de meu coração, meus pensamentos, meus simples trabalhos, unindo-os a seus infinitos méritos ; e desejo reparar os meus pecados lançando-os na fornalha do seu Amor Misericordioso.
Ó meu Deus ! Peço-Vos para mim e para aqueles que me são caros, a graça de cumprir perfeitamente a Tua Santa Vontade, e aceitar o amor de Ti , as alegrias e tristezas desta vida passageira, para que possamos um dia ser unidos no céu para toda a eternidade.
Amém .

Oração de Santa Teresa

 

Diga por 9 dias

Ó Santa Teresa do Menino Jesus , por favor pegue para mim uma rosa dos jardins celestiais e a envie para mim como uma mensagem de amor .
Ó Pequena Flor de Jesus , peça a Deus para conceder os favores que agora coloco com confiança em suas mãos.
(Mencionar os pedidos )
Santa Teresa , ajude-me sempre acreditar que você fez o grande amor de Deus por mim ,para que eu possa seguir o seu "Pequeno Caminho" a cada dia.
Amém .

Oração Sacerdota de Teresa

Ó Jesus, eterno Sacerdote, mantenha os vossos sacerdotes no abrigo do Vosso Sagrado Coração, onde ninguém possa tocar neles.
Mantenha suas mãos limpas e ungidas para tocar diariamente em Vosso Sagrado Corpo .
Mantenha seus lábios imaculados , todos os dias , com o Seu Sangue Precioso.
Mantenha puro seus corações , selados com a marca sublime do sacerdócio.
Deixe seu santo amor cercá-los e protegê-los do contágio do mundo .
Abençõe seus trabalhos com frutos abundantes , que as almas a quem eles ministram possam ter alegria e consolo, aqui e no céu .
Amém.

Santuário de Lisieux:

Sainte Thérèse de l'enfant Jésus de la Sainte Face Docteur de l'Eglise
33, Rue du Carmel - B.P 62095 - F-14102 LISIEUX cedex